Ciclar Hidratos de Carbono para Construir Músculo sem Gordura

É possível adicionar massa muscular e queimar/ou não ganhar gordura com esta algo que simples abordagem à alimentação.
09.11.2016

Todos nós já ouvimos falar sobre os males de uma dieta rica em hidratos de carbono. E enquanto uma dieta baixa nos mesmos é extremamente eficaz para o indivíduo sedentário médio, deixa algo ser desejado para o culturistas e atletas sérios. A fim de trabalhar com extrema intensidade precisamos de hidratos de carbono que sirvam otimamente como combustível para os nossos corpos manterem uma performance de alto nível.

Então qual é a solução para manter ou melhorar a definição muscular ao mesmo tempo que aumentamos de tamanho os nossos músculos? Como ficaremos  grandes e fortes e ainda baixando o percentual de gordura no corpo? A resposta está no que é conhecido como Carb Cycling ou Ciclagem de Hidratos.

A Ciclagem de Hidratos de Carbono é muito simplesmente a ideia inovadora de alternarmos entre dias altos e baixos no consumo de hidratos de carbono, dependendo do nível de atividade do dia em questão, ao invés de manter uma ingestão calórica fixa todos os dias da semana. Os hidratos serão consumidos de forma baixa ou alta em acordo com a exigência de calorias diárias, dependente do nível de atividade de um determinado dia.

Em dias de muita atividade como por exemplo o dia do treino de pernas ou costas ou mesmo qualquer dia de treino intenso, o consumo de hidratos de carbono será alto, enquanto que em dias de descanso, cardio ou dias de treinos menos intensos, o consumos dos mesmos será bem menor. Parece bastante simples não é? E é mesmo...

Os dias elevados em hidratos de carbono permitem ao nosso metabolismo elevar-se, enquanto os dias baixos ajudam a manter os nossos níveis de insulina baixos o bastante para queimar a gordura e manter a massa muscular.
Devemos encarar os dias altos como uma forma de adicionar combustível ao fogo interno de queima de calorias, ou seja habituamos o metabolismo a queimar um determinado numero de calorias por dia, assim nos dias baixos, na ausência de hidratos de carbono para queimar, o corpo, já habituado a queimar uma certa quantidade de calorias irá queimar as mesmas indo retira-las da gordura corporal.

Esta estratégia simples permite o crescimento muscular sem adição excessiva de gordura, ou a perca de gordura sem perca significante de massa muscular.

Tendo este ponto assente avançamos para os tipos de hidratos de carbono a serem consumidos para esta estratégia funcionar da melhor forma possível, pois nem todos os hidratos de carbono são criados iguais.

Existem bons hidratos de carbono (hidratos complexos que causam uma mudança mais lenta nos níveis de glicose no sangue) e maus hidratos de carbono (hidratos simples que causam picos nos níveis de glicose no sangue).

Alimentos como donuts, doces e batatas fritas são todos más escolhas e não têm lugar em qualquer dieta de um entusiasta de fitness que se preze, exceptuando em alguma ou outra refeição livre.

Queremos que  os nossos hidratos de carbono  provenham de legumes, cereais e grãos integrais, legumes, frutas e aveia integral, bem como batata doce, arroz, feijão, entre outros.

Então para resumir e exemplificar a Ciclagem de Hidratos:

– a ingestão de hidratos de carbono deve ser baixa em dias de treinos menos intensos e dias sem treino ou só de cardio sem treinamento ou menos intensos, provindo nestes dias os hidratos de carbono apenas de fontes vegetais verdes e não nos devemos preocupar em contar as gramas de hidratos consumidas pois desde que provenham da fonte sugerida a sua quantidade será sempre baixissima.

- a ingestão de hidratos de carbono deve ser alta em dias de treino intenso, e os mesmos deverão ser consumidos sob a forma de fontes complexas de hidratos de carbono como o arroz, batata doce e aveia, bem como algumas fontes de hidratos mais simples antes e depois do treino, agora sob a forma de fruta, maltodextrina, dextrose ou a minha formula favorita para ganhos de massa muscular: Hyper Mass 5000.

Então poderemos organizar a nossa semana de treinos para ganhos de massa muscular da seguinte forma:

Segunda-feira- Pernas; dia alto

Terça-feira- Peito e Ombros; dia medio

Quarta-feira- Cardio e Abdominais; dia baixo

Quinta-feira- Costas; dia alto
Sexta-feira- Braços; dia médio

Sábado e Domingo- descanso num dia, Cardio e abdominais no outro; dia baixo

----------

José Quinta
www.bodyperfect.pt


O que melhorarias neste artigo?




O conteúdo podia ser...





Cancelar

GOSTAS DESTE ARTIGO?